Foto: William DeShazer / Reuters

Enquanto a CEITEC, a única fábrica de semicondutores da América Latina, é vendida pelo governo Bolsonaro, as gigantes do mundo automobilístico pedem socorro pela falta chips para fabricação de veículos.

As empresas Ford Motor, Toyota Motor, Fiat Chrysler e Nissan anunciaram nesta sexta-feira que reduzirão sua produção de veículos em janeiro devido à escassez de semicondutores, o que gera preocupações na indústria automotiva até 2021, informa a Reuters.

Vários dos fabricantes de dispositivos automotivos e eletrônicos enfrentam uma escassez global de chips, já que a demanda do consumidor por produtos tecnológicos se recuperou da pandemia de coronavírus mais rápido do que o esperado, causando atrasos na produção.

Assim, a Ford americana anunciou que deixará inativa sua fábrica de montagem em Louisville, Kentucky. “Estamos trabalhando em estreita colaboração com os fornecedores para lidar com possíveis limitações de produção, ligadas à escassez global de semicondutores”, disse uma porta-voz da empresa.

Enquanto isso, a Toyota cortará a produção de sua caminhonete Tundra em sua fábrica em San Antonio, Texas. Da mesma forma, a Fiat Chrysler planeja atrasar o reinício da produção em sua fábrica em Toluca, México, e a Nissan planeja reduzir a produção de seu carro elétrico híbrido, em sua fábrica no Japão.

Vários dos principais fornecedores de chips automotivos têm enfrentado dificuldades para cumprir as entregas, após uma rápida recuperação do setor automotivo, que foi afetado pelo coronavírus. Soma-se a isso uma forte demanda por dispositivos elétricos, como computadores e consoles de jogos, já que muitas pessoas ocupam seu tempo em casa.

A escassez de semicondutores também foi influenciada pelas medidas tomadas pelos reguladores dos EUA, pela lista negra de grandes empresas chinesas no campo.

Outros fabricantes de automóveis, como a Honda Motor e a alemã Volkswagen, também expressaram preocupações com a escassez de fornecimento desses produtos, indispensáveis para a produção de veículos modernos.