Foto: Divulgação

Aconteceu nesta quinta-feira (28/1) o lançamento da ACA Brasil (Aliança pela Ação Climática). Parte de uma rede de coalizões nacionais que já existe em vários países (como Estados Unidos, Vietnã, México, Argentina, Japão e África do Sul), a ACA nasce no Brasil com a missão de fortalecer a agenda subnacional de clima ao conectar e mobilizar atores de diversos setores da sociedade.

Lideranças empresariais, investidores, autoridades locais e estaduais, acadêmicos, imprensa, entidades religiosas, organizações da sociedade civil e juventude são assim reunidas sob a bandeira conjunta da ação climática. Nesta dinâmica multi-setor, a ACA traz a aposta em uma atuação coletiva que traga como fruto uma agenda climática diversificada no Brasil, reforçando a visão de que, para superar a crise climática, precisamos apostar em soluções conjuntas.

“A atual emergência climática requer ação contundente de todos os atores da sociedade, de governos a empresas e indivíduos. Muito já está sendo feito no Brasil, mas ainda é necessário muito mais! A ACA Brasil será um espaço importante e necessário de compartilhamento, aprendizagem e ação para reduzir as emissões e os efeitos das mudanças climáticas”, diz Mauricio Voivodic, diretor-executivo do WWF-Brasil.

A coalizão busca fortalecer o lugar de potencial do Brasil enquanto uma importante liderança global na agenda climática – já que, apesar de sermos o sexto maior emissor de gases de efeito estufa no mundo, temos uma grande capacidade de enfrentamento à crise climática graças à enorme biodiversidade do país e ao nosso extenso território de floresta tropical.

“Na ausência de políticas de enfrentamento das mudanças climáticas por parte do Governo Federal, a ACA e as iniciativas de governos estaduais e municipais, assim como de empresas em diversos setores, têm um papel fundamental para impulsionar a agenda climática no Brasil”, completa Mauricio.

A ACA se apresenta então como um caminho alternativo essencial para que o Brasil cumpra com os compromissos pactuados no Acordo de Paris – o que se torna ainda mais necessário ao considerar que as NDCs brasileiras recentemente revisadas trouxeram uma redução na ambição climática do país, indo no caminho oposto do Acordo.

evento de lançamento da coalizão acontece em um momento de chamada à ambição e de potencialização das vozes de grandes lideranças climáticas no país. Ao trazer para o centro os compromissos e as práticas inspiradoras de atores subnacionais e não-estatais, a agenda climática brasileira tem uma nova chance de se aproximar de um novo nível de ambição que esteja à altura do desafio.

Assim, o lançamento da ACA Brasil marca um capítulo importante dentro da agenda de clima do país, e mostra que #JuntosÉPossível superar a crise climática. Não perca!

Fonte: Neo Mundo