tubarão-de-ponta-branca-de-recife

Reuters mostrou o esforço de biólogos marinhos na Malásia, que correm contra o tempo para descobrir o que está acontecendo com o tubarão-de-ponta-branca-de-recife. Essa espécie é comum em parte do litoral malaio e é uma atração turística para mergulhadores. No entanto, nos últimos meses, os tubarões começaram a apresentar manchas estranhas na região da cabeça. As lesões parecem adentrar na carne dos tubarões, mas ainda não há certeza sobre a causa direta desta doença. Os pesquisadores têm dificuldades para coletar amostras ou até mesmo um exemplar do tubarão para análises mais aprofundadas.

Uma das suspeitas mais fortes está na própria água do mar: na região de Sipadan, uma das mais afetadas, a temperatura aumentou um grau Celsius desde 1985, chegando a 29,5°C. Ao mesmo tempo, os recifes de corais – principal habitat desse tubarão – também estão sofrendo um processo de branqueamento, característico da água mais quente. A expectativa é de que as análises avancem nos próximos meses, para que se tenha um diagnóstico mais exato desse problema na costa malaia. O Washington Posttambém repercutiu essa notícia.

Fonte: Clima Info