“O que aconteceu no iFood não foi um fato isolado, mas um breve afloramento de um lençol freático de esgoto que segue borbulhando no subterrâneo da sociedade”, afirma o jornalista.

A invasão do aplicativo iFood por bolsonaristas que celebraram a brutal execução da ex-vereadora Marielle Franco, chamada de “Marielle Peneira” no Dia de Finados, foi comentada pelo jornalista Leonardo Sakamoto, em sua coluna no Uol. “Desde seu assassinato, Marielle vem sendo alvo do ódio nas redes sociais e aplicativos de mensagens da extrema direita. O que aconteceu no iFood não foi um fato isolado, mas um breve afloramento de um lençol freático de esgoto que segue borbulhando no subterrâneo da sociedade”, diz ele.

Fonte: Brasil 247