Para Fux, que preside o STF, juízes não podem atuar tendo "medo de decidir" - Felipe Sampaio/STF
Para Fux, que preside o STF, juízes não podem atuar tendo ‘medo de decidir’ Imagem: Felipe Sampaio/STF

Presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) o ministro Luiz Fux deu uma resposta contundente hoje à tentativa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de retirar da Suprema Corte o ministro Alexandre de Moraes, plano já frustrado pela rejeição do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), ao pedido de impeachment.

Fux afirmou que os juízes não devem ter “medo de decidir” e, portanto, precisam ter sua independência preservada. Do contrário, o país ficaria sob pena de uma “ditadura sectária inadmissível numa democracia”. Para Fux, um pedido de impeachment nesse cenário tem “roupagem de ameaça”.

Fonte: UOL Notícias