O Tenente Coronel Paulo Ribeiro gravou um vídeo criticando colegas que defendem a ruptura institucional, como o caso do coronel Alexander Lacerda, que foi afastado após fazer publicações contra o STF.