Reportagem de Joaquim de Carvalho revela que um empresário bolsonarista ameaçou de morte dois professores do Instituto Federal de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. O motivo: ele não gostou do protesto silencioso que os docentes realizaram, no último fim de semana. Os dois colocaram cruzes em uma via pública da cidade para denunciar o genocídio.