Mostra reúne objetos feitos à mão pelos povos que habitam o Alto do Rio Negro, na Bacia Amazônica

Gente Peixe: exposição na Praça Tiradentes é 100% dedicada à cultura indígena Sebrae/Divulgação

Centrada nos povos do Alto do Rio Negro, no Amazonas, a mostra propõe uma viagem imersiva a uma das mais ricas regiões etnográficas do Brasil, caracterizada pela grande e variada produção de cultura material.

O ponto alto da exposição é a imensa Cobra Canoa confeccionada em arumã que, segundo uma lenda indígena, viaja pelo Rio de Leite.

“Para os índios da Bacia Amazônica, a criação da humanidade seguiu um ritmo de transformação: primeiro vieram os objetos, depois os peixes e, por fim, os humanos.”

Explica a curadora da mostra, Rozana Trilha, sobre a escolha do nome Gente Peixe.
Gente Peixe: mostra exibe objetos feitos à mão por indígenas da Bacia Amazônica Sebrae/Divulgação

Inúmeros objetos feitos à mão pelos povos que habitam o Alto do Rio Negro estarão expostos no local. As peças são uma expressão de sua vida e religiosidade.

O Crab seguirá o protocolo de segurança para proteção dos visitantes, com agendamento da visita pelo site. A capacidade do espaço será reduzida, com distanciamento, aferição de temperatura e álcool gel em vários pontos do prédio.

Gente Peixe. Crab. Praça Tiradentes, 67, Centro. Terça a sábado, 10h/16h. Grátis.