“Símbolo da fome e falta de emprego”, disse a artista Marcia Pinheiro – Reprodução/Redes sociais

Uma escultura de uma vaca amarela esquálida foi instalada em frente à Bolsa de Valores de São Paulo no final da manhã desta quinta-feira (9). A “Vaca Magra” é uma obra da artista plástica cearense Marcia Pinheiro. Nas redes sociais, as fotos da intervenção artística viralizaram, ampliando a denúncia contra a fome e o desemprego que assolam o país sob o governo de Jair Bolsonaro. No entanto, a obra foi retirada no início da tarde, para evitar que fosse apreendida pela Polícia.

“A minha obra, a vaquinha magra amarela, é o símbolo da fome e falta de emprego. Representa o choque de realidade da maioria dos brasileiros: sem emprego e sem oportunidades”, afirmou Marcia ao portal G1. “Agora sim uma escultura que representa o que o povo brasileiro está passando: fome e desemprego!”, tuitou Manuela d’Ávila, ex-deputada federal e candidata à vice-presidência em 2018.

A “Vaca Magra” também foi vista como um contraponto ao “Touro de Ouro“, instalado no mesmo local no mês passado. Réplica da estátua que ocupa o centro financeiro de Wall Street, em Nova Iorque, a iniciativa foi alvo de seguidos protestos, considerada uma provocação diante do avanço da pobreza. Posteriormente, foi retirada pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL), que também multou a empresa responsável por propaganda irregular.

Anti-touro

No Brasil de hoje, quase 20 milhões de pessoas estão passando fome, segundo dados do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19, organizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede Penssan). Além disso, a extrema pobreza quase triplicou, passando de 4,5% da população para 12,8%.

“A obra faz parte de um protesto contra a fome no Brasil. Esta sim, representa a realidade do povo brasileiro”, disse o deputado federal Helder Salomão (PT-ES). “Bem mais condizente com a realidade do país em meio ao pior governo da nossa história. A vaca foi pro brejo com Bolsonaro”, afirmou o deputado Ivan Valente (Psol-SP).

Nesse sentido, a “vaquinha magra amarela” faz parte da série “Vacas Magras”, produzidas por Marcia Pinheiro desde 2011. As obras foram expostas em ruas de Fortaleza para simbolizar a seca no Nordeste, por conta da forte estiagem que assolou a região nesse período.